INP (Interaction to Next Paint): A Revolução nas Métricas Google que Transformará sua Experiência Online

Resumo

Em 2024, a INP emerge como a métrica crucial que redefine a forma como avaliamos a interação do usuário online. Substituindo a FID, a Interaction to Next Paint abrange todas as interações, destacando a mais lenta e considerando o tempo até a próxima renderização. Esteja pronto para uma análise mais abrangente da performance online e ajustes precisos para proporcionar uma experiência excepcional aos usuários. A revolução está chegando, e a INP lidera o caminho!

Se você é um entusiasta do mundo digital, provavelmente já ouviu falar das Core Web Vitals, métricas cruciais que o Google utiliza para avaliar a experiência do usuário em páginas da web. Recentemente, o gigante das buscas anunciou uma mudança significativa nesse cenário, introduzindo a Interaction to Next Paint (INP) como substituta da conhecida First Input Delay (FID). Vamos explorar o que essa novidade significa para o futuro do desenvolvimento web.

O Que É a INP (Interaction to Next Paint)?

A Interaction to Next Paint (INP) é uma métrica crucial no universo online que, a partir de 2024, se juntará ao seleto grupo de métricas essenciais do Google, conhecido como Core Web Vitals. Diferenciando-se da FID (First Input Delay) que substituirá, a INP vai além, medindo todas as interações do usuário e destacando a mais lenta entre elas.

Essa métrica não apenas avalia as interações, como também considera qualquer atraso até a exibição do próximo elemento na tela, proporcionando uma análise abrangente da experiência do usuário. Seu papel é crucial para desenvolvedores, permitindo otimizações mais precisas e eficazes nos sites, garantindo uma experiência online de alta qualidade. Em resumo, a INP é um indicador perspicaz que revoluciona a compreensão da interação do usuário na web.

A INP, que será oficialmente implementada em março de 2024, é a mais recente adição ao grupo seleto de métricas essenciais do Google. Ao contrário da FID, que focava apenas na primeira interação do usuário, a INP vai além, medindo todas as interações e considerando a mais lenta entre elas. Essa abordagem mais abrangente busca proporcionar uma visão mais precisa da experiência do usuário, levando em conta não apenas o início, mas todo o caminho até a próxima renderização da página.

Ao contrário da FID, que focava apenas na primeira interação do usuário, a INP vai além, considerando todas as interações e destacando a mais lenta entre elas. Isso significa que cada toque, clique ou movimento do usuário é analisado, levando em conta o tempo até a pintura do próximo quadro.

- Conteudize
INP (Interaction to Next Paint): A Revolução nas Métricas Google que Transformará sua Experiência Online 3

A sacada interessante da INP é que ela não apenas avalia as interações, mas também leva em consideração qualquer atraso até a exibição do próximo elemento na tela. Essa abordagem abrangente proporciona uma visão mais completa e precisa da experiência do usuário, ajudando os desenvolvedores a otimizarem seus sites de forma mais eficaz.

Em resumo, a INP é como um olhar minucioso em todas as interações do usuário, destacando aquela que pode estar desacelerando a experiência. Com sua integração iminente ao Core Web Vitals, é hora de ficar de olho nessa métrica e garantir que seus projetos online estejam sempre oferecendo uma experiência de alta qualidade. E aí, você já está preparado para essa revolução nas métricas web?

Entendendo os Números: A Escala INP do Google

O Google simplificou a interpretação dos resultados da Interaction to Next Paint (INP) com uma escala clara:

  • Valor abaixo de 200 milissegundos: Bom
  • Valor entre 200 e 500 milissegundos: Precisa de melhorias
  • Valor acima de 500 milissegundos: Ruim

Esta escala serve como guia valioso para os desenvolvedores, oferecendo uma visão direta da otimização necessária. Um valor inferior a 200 milissegundos indica um desempenho sólido, enquanto a faixa de 200 a 500 milissegundos sinaliza a necessidade de aprimoramentos. Valores acima de 500 milissegundos indicam que a performance está aquém do ideal.

Essa escala visa orientar os desenvolvedores na busca pela otimização, indicando claramente quando a performance está no caminho certo ou precisa de ajustes.

O Caminho Até a INP: Uma Jornada de Desenvolvimento

A INP não surgiu da noite para o dia; sua trajetória começou a ser delineada em 2021. O Google reconheceu as limitações da FID e, em junho daquele ano, iniciou discussões sobre a necessidade de uma métrica mais abrangente. Nicolás Peña Moreno, Annie Sullivan e Hongbo Song, do time de Métricas de Velocidade do Chrome, foram pioneiros ao destacar a importância de considerar todas as interações, capturar a duração total de cada evento e criar uma pontuação agregada para o ciclo de vida completo do usuário na página.

https://web.dev/responsiveness/

Em março de 2022, Jeremy Wagner revelou o nome da nova métrica, enfatizando que a INP avalia a capacidade de resposta durante o ciclo de vida completo da página. Essa abordagem reflete a realidade de que 90% do tempo que um usuário passa em uma página ocorre após o carregamento inicial.

- Conteudize
Imagem: web.dev (Google Chrome Blog)

A equipe de desenvolvedores do Chrome, em novembro de 2022, lançou a INP em caráter experimental, buscando feedback da comunidade. Em 2023, Rick Viscomi e Annie Sullivan reforçaram a importância da INP, destacando sua capacidade superior de resposta em comparação com a FID.

Embora a implementação oficial esteja programada para 2024, a INP já está disponível como recurso experimental em ferramentas de avaliação de velocidade do Google, como BigQuery, PageSpeed Insights e Lighthouse.

Recursos para Otimização:

  • Documentação da INP: Explore os detalhes essenciais da INP e aprenda a integrá-la aos seus projetos. Documentação INP
  • Guia de Otimização da INP: Aprofunde-se nas práticas recomendadas para otimizar sua implementação da INP. Guia de Otimização INP
  • Guia de Otimização para Tarefas Longas: Conheça estratégias eficazes para otimizar tarefas longas e melhorar a resposta do seu site. Guia de Otimização para Tarefas Longas
Vídeo: Como Otimizar a Responsividade da Web com a Interaction to Next Paint: Assista a um guia prático em vídeo sobre como implementar e otimizar a INP para uma web mais responsiva. Assistir ao Vídeo

Explore estes recursos cuidadosamente selecionados para auxiliar você em cada etapa do processo, desde a compreensão inicial até a implementação prática. Aprimore suas habilidades de otimização web com a INP.

Conclusão: Preparando-se para a Revolução INP

A introdução da Interaction to Next Paint marca uma revolução nas métricas de experiência do usuário. Desenvolvedores e administradores de sites devem ficar atentos a essa mudança, pois ela redefine como avaliamos a performance das páginas web. Para receber mais atualizações sobre esse universo em constante evolução, não deixe de se inscrever em nossa newsletter. Estamos caminhando para um futuro digital mais responsivo e eficiente, e a INP é uma peça fundamental nesse quebra-cabeça em constante evolução.

Lucas Camara

CEO da Conteudize, Especialista em UX Designer, Designer de produto e pós-graduado em Gestão e liderança em Tecnologia.
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Print

Leia também:

Deixe seu comentário
Conteudize