Investimento em Inteligência Artificial para aprimorar previsões meteorológicas no Rio de Janeiro

Picture of Maurício "o Estagiario"

Maurício "o Estagiario"

Textos otimizado com nossa IA

Published on outubro 7, 2023, 3:13 pm

Investimento em Inteligência Artificial promete aprimorar as previsões meteorológicas na cidade do Rio. A ideia é combinar diferentes fontes de dados, como satélites, radares, pluviômetros e sondas atmosféricas para obter resultados mais precisos.

O Centro de Operações Rio fechou um acordo com o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e o Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet/RJ) para implementar essa tecnologia durante a Rio Innovation Week.

A intenção é prever eventos climáticos extremos com maior acurácia, utilizando a melhor tecnologia disponível e contando com parcerias estratégicas. O chefe executivo do Centro de Operações Rio ressalta a importância desse investimento para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos e se preparar para as mudanças climáticas.

Uma das parcerias envolve o supercomputador Santos Dumont do LNCC, que está entre os 500 mais poderosos do mundo. Ele será utilizado no desenvolvimento de modelos preditivos para serviços meteorológicos. Além disso, a colaboração prevê a criação de uma plataforma de dados e modelos baseados em Inteligência Artificial, bem como a formação de profissionais especializados nesse campo.

Esse investimento em tecnologia tem como objetivo principal preservar vidas e aumentar a resiliência da cidade diante dos desastres naturais. Além das consequências socioeconômicas negativas, também visa reduzir danos materiais causados pelas mudanças climáticas.

A parceria entre o Centro de Operações Rio, LNCC e Cefet/RJ contribui diretamente com o Objetivo 13 da Agenda 2030 da ONU, que visa combater as mudanças climáticas. A redução de impactos causados por eventos extremos é essencial para criar estratégias locais de redução de riscos de desastres.

Essa iniciativa também traz benefícios para a população carioca, tornando o Centro de Operações uma referência em tecnologia e prevenção de desastres.

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Print

Leia mais sobre este assunto:

Conteudize